Escola de federal mineira se destaca

Jozane Faleiro, BELO HORIZONTE - O Estado de S.Paulo

Colégio de Aplicação, da Universidade de Viçosa, obteve a 3ª melhor média do País; sem a redação seria a 1ª

É de Viçosa, cidade de 80 mil habitantes localizada na zona da mata mineira e a 230 quilômetros de Belo Horizonte, o melhor colégio entre os públicos do Brasil, de acordo com o Enem 2008. O Colégio de Aplicação (Coluni) obteve 76,66 pontos e à frente dele aparecem duas escolas privadas. E, não fosse a prova de redação, seus estudantes teriam alcançado o melhor desempenho das escolas brasileiras. A média da prova objetiva do Coluni chegou a 82,94 pontos.Com 44 anos, o Coluni é mantido pela Universidade Federal de Viçosa. O convívio com estudantes do ensino superior tem contaminado, para o bem, os alunos do colégio. A biblioteca, a praça de esportes, o restaurante e o centro de saúde são compartilhados com os universitários. A cada ano, são abertas 150 novas vagas e os alunos são selecionados por meio de processo seletivo, parecido com o vestibular. A diretora do colégio, professora Eunice Bitencourt Bohnenberger, explica que dos 480 alunos matriculados, 80% vêm de municípios vizinhos. Do total, 30% são de escolas públicas. "Nossas turmas têm cerca de 40 alunos e o ensino é focado na preparação para o vestibular. É raro termos um aluno que vai para universidade particular." Cerca de 85% dos alunos são aprovados no vestibular de universidades públicas. Muitas vezes, com excelentes colocações.Para a diretora, o resultado do Enem 2008 se deve ao trabalho da equipe de professores e demais funcionários, além da orientação educacional e coordenação pedagógica. Dos 27 professores efetivos, 8 possuem doutorado, 13 têm mestrado e o restante conta com especialização. "Nosso corpo docente trabalha em regime de dedicação exclusiva, o que favorece a formação do aluno. Além disso, temos monitores que são estudantes da universidade, que funcionam como motivação para os alunos", afirma Eunice Bohnenberger.TRABALHO COLETIVOA grade curricular do colégio é a tradicional do ensino médio, com aulas extracurriculares. O Coluni tem salas de projeção, laboratórios de química, biologia, física e informática. "Essa conquista no Enem é fruto de um trabalho coletivo, bem realizado, com dedicação. Investimos em nossos alunos e o retorno vem deles", diz a diretora.A estudante Paola Stephanie Azevedo de Sá, de 16 anos, sempre sonhou em estudar no colégio. Tanto que ela e mais 150 jovens vieram de Guanambi, na Bahia, em ônibus fretado no fim do ano passado especialmente para fazer o teste de ingresso. "Minha madrinha e tia já estudaram no Coluni. Aqui, aprendi a estudar e valorizar o conhecimento, além de já me acostumar com a vida universitária. Fiz o Enem como teste em 2007 e considero que a prova é muito válida, é um treinamento para vestibular", acredita Paola Stephanie. O estudante Tiago Augusto Vasconcelos Miranda, de 18, é um orgulho para o colégio. Ficou em primeiro lugar em Minas Gerais, na classificação do Enem de 2008, e quinto no País. Hoje, estuda na Universidade de São Paulo. É ele quem inspira Marcio Ventura Martins, de 17 anos, aluno do 3º ano. Veio do município vizinho a Viçosa, Ervália, em 2006, para estudar no Coluni. "Por ter um sistema de avaliação puxado, desenvolvemos desde cedo o hábito de estudar muito'', conta Marcio.