Erro em cromossomo leva a ''mulher barbada''

AFP - O Estado de S.Paulo

Cientistas da Academia Chinesa de Ciências Médicas identificaram a anomalia genética causadora da síndrome da mulher barbada - hipertricose congênita generalizada terminal (CGHT) -, uma disfunção hormonal caracterizada pelo crescimento anormal do cabelo e dos pelos do corpo e pela deformação do rosto e da gengiva. O estudo, publicado no American Journal of Human Genetics, revela que a doença é causada por uma mutação no cromossomo 17q24.2-q24.3.