Empresas vão acatar decisão

MARIANA MANDELLI - O Estado de S.Paulo

A Hypermarcas, responsável pelo medicamento Benegrip, líder de mercado, e pelo Apracur, divulgou que "suspendeu de imediato a propaganda dos produtos relacionados na resolução". A Johnson & Johnson, fabricante do Resprin, também afirmou que a empresa seguirá as determinações. Outra empresa que disse concordar com a medida foi a Bristol-Myers Squibb, que produz o Naldecon. Entretanto, o hotsite do medicamento só saiu do ar ontem por volta das 15 horas e, até o fechamento desta edição, os vídeos publicitários ainda estavam disponíveis na homepage da empresa e no YouTube. A Mantecorp, que fabrica Coristina, também tirou a página do remédio do ar.O Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) e a Federação Brasileira da Indústria Farmacêutica (Febrafarma) afirmaram que não vão se manifestar sobre o assunto. A Associação Brasileira da Indústria de Medicamentos Isentos de Prescrição (Abimip) não havia divulgado uma decisão até o começo da noite de ontem.