Empresa terá de pagar US$ 8 mi

AP - O Estado de S.Paulo

Um júri da Flórida, nos EUA, ordenou que a empresa tabagista Philip Morris pague US$ 8 milhões à viúva de um fumante que morreu de câncer de pulmão em 1997. A decisão pode abrir precedente para os 8 mil processos similares no Estado. O caso foi o primeiro a ir a julgamento na Flórida desde que a Suprema Corte, em 2006, anulou ação que pedia US$ 145 milhões a um grupo de fumantes.