Em Rio Claro, problema técnico adia teste do IBGE

Elida Oliveira - O Estado de S.Paulo

O teste para o recenseamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, que deveria começar ontem na cidade de Rio Claro, interior de São Paulo, foi adiado para hoje por "problemas técnicos". Segundo Ivan Donizeti Marafon, coordenador de área do Censo de 2010, o sistema utilizado nos netbooks não aceitava computar o início da pesquisa em setembro, apenas agosto. Foi necessário instalar uma nova versão do programa. Um problema nos mapas, que chegaram sem indicação as ruas, também dificultou. A coleta experimental segue até dezembro e será feita por 219 recenseadores e agentes censitários. No Brasil, as pesquisas devem começar em agosto de 2010 e contarão com 230 mil recenseadores, coletando dados em 58 milhões de domicílios nos 5.565 municípios do país. Alguns cidadãos poderão responder ao questionário pela internet. A contratação dos agentes será feita a partir do dia 21 deste mês e a dos recenseadores, em março de 2010. O IBGE divulgará os dados em dezembro do ano que vem. O questionário básico terá 16 perguntas e será aplicado em todos os domicílios brasileiros. O questionário da amostra terá 81 perguntas e será respondido por parte da população. Rio Claro foi escolhida para os testes por ser populosa e diversificada. São 190 mil habitantes e uma economia baseada em agropecuária, indústria, comércio e serviços, além de dispor de ensino superior. Esses fatores permitem ao IBGE testar os questionários em diversos temas.