Em nome da saúde, guloseima é banida do cardápio

- O Estado de S.Paulo

Ela não sabe dizer se gosta mais de doce ou de salgado. "Chocolate, salgadinho de saquinho, esfihas, nuggets e pizza de brigadeiro" é a resposta sobre o alimento preferido de Júlia Maria Mikalkenas Verrengia, de 9 anos. Mas, há dois meses, tudo isso foi cortado de sua alimentação. Júlia está seguindo um programa de reeducação alimentar. A mãe ficou preocupada com o excesso de peso da menina e tomou a decisão de procurar uma nutricionista. "Achei que era hora de mudar a alimentação antes que a saúde dela fosse prejudicada", conta a mãe, Siléa Maria Mikalkenas Verrengia. Há dois anos, Júlia teve hipotireoidismo - produção insuficiente dos hormônios pela tireóide, que gera sintomas como cansaço, intestino preso e ganho de peso.