Efeito do ácido fólico é incerto

- O Estado de S.Paulo

A fortificação de farinha com ácido fólico, substância que previne malformações, não deverá reduzir a ocorrência de anencefalia como esperado - no Chile houve queda de 50% com a medida. A análise é de Eduardo Castilla, pesquisador do Eclamc (Estudo Colaborativo Latino-Americano de Malformações Congênitas). "Vou morrer dizendo que deveríamos ter fortificado o arroz", diz Castilla. Ele explica que o motivo é o fato de o brasileiro consumir pouco pão em sua dieta, menos do que os chilenos, e as dosagens de ácido fólico obrigatórias terem sido menores do que as determinadas nos outros países.