Docentes vão entrar na Justiça

Simone Iwasso - O Estado de S.Paulo

O sindicato dos professores da Universidade de São Paulo (Adusp) decidiu em assembleia na tarde de ontem entrar com um mandado de segurança na Justiça contra a mudança na carreira do professor instituída pelo Conselho Universitário. A reitoria informou que esperará ser notificada para se pronunciar sobre a questão e sobre as críticas.A votação, ocorrida no início do mês, contou com o número mínimo de participantes e foi considerada conturbada pelos representantes do sindicato. Eles afirmam que o mínimo de votos dos professores titulares para a aprovação da proposta era de 76, exatamente o obtido na votação. Além disso, afirmam que não houve controle sobre o número de votos por pessoa.Pelo estatuto antigo, de 1988, existem três níveis na carreira de docente: professor doutor, professor associado e professor titular, cargos ocupados apenas com aprovação em concurso público. Pela nova regra, haverá três níveis de docentes dentro das categorias de professor doutor e professor associado. A mudança de cargo de um para outro será feita por uma avaliação de uma comissão a ser constituída.