DNA falho eleva em 100 vezes risco de autismo

AFP - O Estado de S.Paulo

Variação genética muito rara multiplica por cem os riscos de autismo, diz estudo de Mark Daly, do Hospital Geral de Massachusetts, publicado ontem no New England Journal of Medicine. O defeito, presente em 1% dos casos, consiste em lacunas no DNA e na duplicação do cromossomo 16. Outras alterações genéticas contribuem para 90% dos casos.