Divórcios têm impacto ambiental

AFP - O Estado de S.Paulo

O aumento dos casos de divórcio em todo o mundo tem um impacto negativo para o meio ambiente, segundo estudo publicado ontem nos Estados Unidos. Em 2005, os domicílios de divorciados ou divorciadas residentes nos Estados Unidos gastaram 56% mais eletricidade e água por pessoa, na comparação com as residências de casados, afirmam pesquisadores da Universidade de Michigan.Caso os lares de divorciados funcionassem com uma eficiência energética similar à de casados, os Estados Unidos poderiam economizar 73 bilhões de quilowatts-hora de eletricidade e 2,3 bilhões de litros de água, acrescenta o estudo, publicado na revista da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos (PNAS).Os pesquisadores avaliaram o consumo de recursos energéticos de 3.283 casas nos EUA entre 2001 e 2005.