Divórcio direto é aprovado na Câmara

- O Estado de S.Paulo

O plenário da Câmara aprovou ontem a emenda constitucional que estabelece o divórcio direto. Atualmente, para se divorciar, o casal precisa ter pelo menos um ano de separação judicial ou dois anos de separação de fato. Com a nova lei, que precisa ser aprovada em mais um turno na Câmara e em dois turnos no Senado, os casais podem se divorciar logo após a decisão da separação.