Disciplina é a tônica na melhor escola da cidade

Maria Rehder - O Estado de S.Paulo

Gestão linha-dura e avaliação semestral. Essas são algumas das características que levaram a Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Guilherme de Almeida a ocupar o posto de melhor escola municipal de 5ª a 8ª séries da cidade de São Paulo, de acordo com o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado pelo Ministério da Educação. Na escola, quando um aluno falta ou esquece o material, os pais recebem uma ligação da coordenação pedagógica logo em seguida. Com a avaliação semestral unificada por série, o objetivo é manter os alunos em dia com o conteúdo - previamente planejado - pelos professores. Localizada na Penha, na zona leste, essa Emef é uma das escolas que levaram a região a liderar o ranking de melhor desempenho na Prova São Paulo em matemática e leitura na 8ª série. Angela Inês Pretini Bellinatti, diretora da escola há 13 anos, confirma que a Penha é uma região onde as escolas tradicionalmente têm equipes bem antigas de funcionários. "A localização do bairro não faz com que as escolas sejam apenas de passagem, onde os professores não ficam por mais de um ano", diz. O engajamento dos docentes no projeto pedagógico da escola, segundo a diretora, faz a diferença. "Há muito tempo criamos um projeto próprio de reforço e a nossa equipe sempre está em contato com os pais", diz. No entanto, a escola também enfrenta dificuldades. "Temos falta de professores. Diminuiu, mas é uma realidade." ENTENDA A NOTA 2ª série: Nota mais baixa que 50 significa que os alunos não atingiram as habilidades básicas da Prova São Paulo. São alunos que não compreendem o que está descrito em uma conta de água e não conseguem fazer uma subtração entre números menores que 100 4ª, 6ª e 8ª séries: Alunos com médias inferiores a 175 não fazem relação entre imagem e título em textos jornalísticos e não interpretam informações em tabelas. Os com médias inferiores a 250 não conseguem avaliar opiniões distintas a um fato em um texto. Notas inferiores a 200 significam que os alunos não sabem resolver problemas de troco em operação de compra e venda