Dicas para as mães

- O Estado de S.Paulo

Durante a gestação, atenção redobrada na higienização bucal, para evitar problemas na gengiva, que fica mais sensível por causa das mudanças hormonais.Para evitar mordidas cruzadas, alterne o lado que o bebê deita no berço.Não dê mamadeira com o bebê deitado. Assim, ele engole rapidamente sem ter muita chance de degustar, e sua língua fica muito mais à frente do que deveria, provocando má postura, o que mais tarde pode resultar em problema de fala.Assim como na amamentação com peito, o bebê que usa mamadeira também precisa mudar o lado da mamada, para que o desenvolvimento facial seja uniforme em ambos os lados.O bico da mamadeira deve ser o mais parecido possível com o bico do peito. Por isso, prefira os modelos anatômicos. Dê preferência aos feitos com silicone, que são mais resistentes e mais fáceis de higienizar. A dica vale também para as chupetas. Chupeta não é vilã: o problema é o modo como é usada. É indicada para crianças com necessidade de sucção, além da mamada no peito ou na mamadeira. Bebês prematuros, por exemplo, precisam desse acessório para o fortalecimento dos músculos da boca. Dessa forma, conseguem melhorar a mamada. A higiene bucal do bebê começa desde a amamentação. Coloque em volta do dedo fralda ou gaze embebida em água morna, e faça movimentos rotativos e suaves na gengiva e língua do seu filho. Se sangrar, não se assuste. Isso pode acontecer. Ao fazer a higienização, encoste a cabeça do bebê em seu peito e deixe que ele ouça as batidas do coração. O importante é que seja sempre feito no mesmo horário, para criar hábito saudável.