Dicas

- O Estado de S.Paulo

1. Confira as condições gerais de organização e limpeza do estabelecimento2. Solicite o cadastro municipal de Vigilância Sanitária do estabelecimento3. Em relação ao procedimento, observe se o executante é profissional habilitado e qualificado, principalmente nos casos de atendimentos médicos4. Observe a integridade das embalagens dos materiais e medicamentos utilizados, seus prazos de validade e os respectivos registros ou notificação para os fins destinados5. No consultório médico, é preciso ter de pia com água corrente, sabão líquido e toalha descartável para a higiene das mãos do profissional6. Nas salas de procedimentos médicos deve haver cilindro de oxigênio, afixado na parede ou em carrinho apropriado7. As clinicas devem fazer descarte correto dos materiais perfuro-cortantes em caixas rígidas de descarte, bem como a destinação adequada dos resíduos contaminados dos serviços de saúde, em sacos brancos8. Deve haver armazenamento e controle da temperatura dos insumos e medicamentos que necessitem de refrigeração para conservação9. Verificar as condições aparentes dos equipamentos, solicitando registros de manutenção10. É preciso haver no local material para socorro de emergência (carrinho ou maleta). Para os estabelecimentos de médio e grande porte, verificar se há convênios com serviços de atendimento de urgência e emergência (ambulância para remoção e retaguarda hospitalar)