DF cria 14º salário,que vai beneficiar por desempenho

Lisandra Paraguassú - O Estado de S.Paulo

O governo do Distrito Federal anunciou ontem a criação de um 14.º salário dos professores da rede pública, com o pagamento vinculado à melhoria nos resultados das escolas. O Pró-Mérito, como o bônus está sendo chamado, será recebido pelas escolas que diminuírem em 20% os índices de repetência e evasão e aumentarem as notas nos sistemas de avaliação. O bônus será equivalente a um salário dos professores e servidores. O pagamento está previsto para dezembro. A expectativa é de que 41 mil sejam beneficiados. Isso porque também devem receber os servidores das regionais de educação, desde que pelo menos 70% das escolas da região cumpram suas metas, e os da secretaria, caso 70% das escolas do DF atinjam os objetivos. O sindicato dos professores não reagiu bem. A alegação é de que o sistema estimula competitividade e deixa de fora licenciados e aposentados. O salário inicial é de R$ 3,2 mil para 40 horas semanais.