Curiosidades

- O Estado de S.Paulo

O Corcovado virou set de filmagem em 1967, quando foi rodada uma cena emocionante com o cantor Roberto Carlos fazendo acrobacias no alto dos braços do Cristo Redentor, para o filme Roberto Carlos em Ritmo de Aventura. Antes de 2003, ano em que foram inaugurados os elevadores panorâmicos e as escadas rolantes, era preciso enfrentar os 220 degraus que levam até o Cristo. A imagem é mencionada em várias músicas, como Samba do Avião, de Tom Jobim, Alagados, dos Paralamas do Sucesso, Expresso 2222, de Gilberto Gil, Las Muchachas de Copacabana, de Chico Buarque, Os Passistas, de Caetano Veloso, Redentor, de Zélia Duncan, entre outras. À época do projeto, o Corcovado tinha como "concorrentes" o Pão de Açúcar e o Morro de Santo Antonio. Mas uma assembleia criada pelo Círculo Católico optou pelo Corcovado, por ser este o morro mais alto e permitir uma visão de 360 graus. Segundo o historiador Milton Teixeira, o Cristo é o primeiro monumento art déco do mundo. Diz a lenda que uma pianista chamada Margarida Lopes de Almeida teria sido a inspiradora para o molde das mãos do Cristo. Estima-se que existam mais de 200 réplicas da imagem pelo Brasil. Portugal possui uma escultura similar, junto à foz do Rio Tejo, chamada Cristo Rei. Inaugurado em 1959, o monumento português tem 110 metros de altura. Tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional (IPHAN) em 1937, o Cristo Redentor passou por obras de recuperação em 1980, na época da visita do papa João Paulo II ao Brasil.