Criações para a virada

Mariana Abreu Sodré - O Estado de S.Paulo

Cinco criadores de moda, com estilos bem diferentes, dão dicas de looks para você usar no réveillon. A surpresa? O glamour

Cada um vê o réveillon de um jeito. Para muitos, é sinônimo de renovação. Para outros, o final de um ciclo. Tem gente que acha que nada mais é do que a virada do dia 31 de dezembro para o dia 1º de janeiro. E outros enxergam a data como pretexto para festas tão animadas quanto a folia de quatro dias de carnaval.Para os estilistas, o réveillon é sinônimo de relax. Um break na produção antes das semanas de moda, que começam em janeiro. Por isso, todos os que aparecem aqui dizem que aproveitam a ocasião para recarregar energias em busca do pique necessário na São Paulo Fashion Week e Fashion Rio. Ou, então, para finalizar suas propostas para o inverno 2008, dentro da data estipulada pelo mercado de moda. Em outras palavras, enquanto pensamos em comprar biquínis e uma roupa legal para a noite do réveillon, os criadores de moda pensam em vender looks de inverno. O que, obviamente, não os impede de produzir e apresentar lindas criações para você arrasar na festa de fim de ano. Fause Hatten Foto: Marcos Mendes/AEToda sexta-feira, como manda a tradição baiana, Fause Hatten se veste de branco. Mas não faz o mesmo no réveillon. Os looks monocromáticos em branco e preto se tornaram uma espécie de uniforme do estilista para o dia-a-dia. "Quem trabalha com moda acaba 'limpando' o próprio visual. É natural", explica.Como faz há sete anos, Fause Hatten passará o réveillon em Salvador. Provavelmente numa festa entre amigos, o que já é costume. Na noite de ano novo, pretende vestir azul, mas não por causa de alguma superstição. "O branco para mim é dia-a-dia. E, no réveillon, todo mundo está de branco", diz o estilista, bem elegante, numa calça de moletom e camiseta regata. "Ultimamente, só tenho me vestido assim, com moletom e regata", comenta. Como sugestão de look feminino para a festa da virada do ano, Hatten apostou num vestido amarelinho, muito glamouroso. Por que este look? Primeiro porque adoro este vestido. Gosto dele pois tem um movimento bonito e se transforma conforme a maneira como é usado. Se for vestido com uma rasteirinha, fica lindo; combinado com jóias importantes e uma sandália de salto alto, também. E, por isso, é um vestido tanto para ser usado num réveillon na praia quanto num festão mais bacana.Vestido (R$ 3765,00), na loja Fause Hatten, tel.: 3081-8685.Maria Garcia Foto: Marcos Mendes/AECamila Cutolo, estilista da Maria Garcia, tem um olhar jovem e muito talento para a moda. Generosa, empresta sua personalidade esperta e cosmopolita para a grife que é a "marca jovem" da Huis Clos. Camila define a Maria Garcia como "uma síntese de opostos que resulta numa coisa única." E tanto ela quanto a marca são adeptas do sexy velado, aquele que não é vulgar nem precisa de amostras do corpo, que está na atitude - mas não na atitude vulgar ou pré-concebida. Um estilo muito bem representado no vestido escolhido pela estilista como sugestão de look de réveillon.Ao contrário dos outros estilistas entrevistados, Camila gosta de usar branco no ano novo. Sente-se bem assim. Não é ligada a superstições, mas gosta de passar a noite do réveillon sempre da mesma maneira: "de mãos dadas com a pessoa que mais amo naquele momento." Este ano, Camila vai para o sítio de uns amigos com a turma da Huis Clos e da Maria Garcia. Por que este look? "Porque gosto de branco no réveillon, e este vestido traduz bem o estilo Maria Garcia e desta coleção, inspirada na boemia. O vestido é bem anos 60. E pode ser usado em qualquer tipo de celebração de ano novo, e também no dia-a-dia. É chique e casual."Vestido (R$ 374,00), sandália de camurça rasteira (R$ 321,00), na Maria Garcia, tel.: 3062-0140.Lita Mortari Foto: Marcos Mendes/AEElza Bastos é a estilista que assina a nova (e ótima) cara da Lita Mortari. Antenadíssima, ela diz que, neste ano, as tendências da moda se encontram com a fórmula do look do réveillon, ou seja, tudo que está in - tudo branco ou branco, brilhos e cores cheias de vida - faz parte daquilo que as pessoas gostam de vestir na virada do ano. Portanto, não faltarão opções nas araras, inclusive de peças brancas que normalmente desaparecem das lojas nesta época do ano. Como de costume, Elza vai passar o ano novo na praia. Ela não dispensa o pé na areia nesta ocasião. Nem a companhia de suas pedras. "Tenho uma coleção de pedras. São comuns, trago de lugares por onde passei. E, no réveillon, gosto de estar perto de algumas", explica Elza, que apostou num look em tons de pedras para este ano. Por que esta escolha? "Porque vai a qualquer lugar. Se trocar o short de linho por um jeans, e a sandália por uma rasteirinha, fica perfeito para uma virada de ano na beira da praia. E, assim, como está, fica ótimo para qualquer ocasião, além de estar de acordo com os signos do réveillon e dentro das tendências da moda."Bolero de paetês (R$ 750,00), regata (preço sob consulta), short (R$ 590,00), sandália (R$ 550,00) e pulseiras (R$ 220,00 cada). Na Lita Mortari, tel.: 3064-3021.Néon  Foto: Marcos Mendes/AEDudu Bertholini e Rita Comparato são estilistas da marca Néon e da Cori. Não seguem nenhuma tradição de réveillon, mas topam qualquer uma, embalados pela diversão. Como acusa o visual livre e lindo da dupla, não costumam seguir regras. Por isso, acreditam que a roupa ideal para o ano novo é aquela que faz jus ao estado de espírito de quem a veste. "O astral faz o look", diz Rita, que passará a festa numa cidadezinha a uma hora de Ilhéus, junto à família e, possivelmente, nadando num rio de águas límpidas. Dudu ainda não sabe onde passará a virada do ano, que tanto ama. Pensa em ir para a Bahia. Desejos para 2008? "Viajar muito, que é a coisa de que mais gosto na vida, e fazer ótimos trabalhos para a Cori e para a Néon." A seguir, ele comenta o look que escolheu e fala da pena à lá Juliette Lewis (ele deu algumas do tipo para a atriz e cantora norte-americana). Por que este visual? "Porque réveillon tem de ter glamour e este vestido é de seda. Não acho que o branco seja obrigatório, e gosto muito de cores. Neste look, a cor está na sandália, na pena e no batom. Mas poderia também estar no esmalte ou em acessórios, brincos, colares. A pena na cabeça remete a uma coisa fantasiosa, que considero natural e superpermitida nesta ocasião. O ano novo tem a ver com brincadeiras, é livre e alto astral."Vestido (R$ 595,00), na Néon, tel.: 3666-2909.Adriana Degreas Foto: Marcos Mendes/AEJá ouviu falar em moda praia inspirada em alta costura? Pois é, esta é a leitura que a estilista Adriana Degreas faz de seu trabalho, em sua grife homônima. E por mais absurdo que pareça, ela tem razão. Adriana cresceu em meio ao "acervo" de vestidos de sua avó. Vestidos vindos das principais maisons européias. Foi trabalhar na empresa de beachwear da família do marido, desenhando peças comerciais. Depois de alguns anos de expertise, começou a fazer moda praia à sua maneira, com muito requinte. Trouxe os toques de glamour dos vestidos da avó para a lycra, acrescentou outros tecidos e o resultado são peças como esta aí da foto: lindas.Por que este look? "Porque traduz o conceito desta coleção. É um maiô que faz as vezes de roupa, glamouroso, bordado com cristais swarovskis. Que pode ser usado tanto numa festa entre amigos num barco, quanto numa festa entre amigos numa praia. Costumo dizer que as mulheres não usam os meus maiôs para tomar sol, mas sim quando estão acompanhadas. Desenho minhas peças inspirada na socialite Andréa Dellal."Maiô (R$ 1.700,00), sandália (R$ 680,00), anel (R$ 1204,00), bolsa (R$ 1928,00), na Adriana Degreas, tel.: 3333-3331.