Crescem mortes por escorpiões e agrotóxicos

- O Estado de S.Paulo

O número de mortes e acidentes causados por escorpiões cresceram no Brasil. Em 2004, quatro pessoas morreram envenenadas. Em 2005, esse número saltou para 16 óbitos. Os acidentes passaram de 7.213, em 2004, para 8.208, no ano seguinte. Isso representa cerca de um terço dos mais de 23 mil acidentes com animais peçonhentos em 2005, no Brasil. "Com a urbanização descontrolada, cada vez mais estamos indo de encontro ao hábitat desses animais", diz Rosany Bochner, coordenadora do Sistema Nacional de Informações Tóxico-Farmacológicas (Sinitox). O uso indiscriminado de agrotóxicos de uso rural também preocupa. Em 2004, foram 155 óbitos. No ano seguinte, 159 pessoas morreram em acidentes causados por esses produtos.