Corpo de médico é cremado em SP

- O Estado de S.Paulo

O corpo do médico e professor emérito da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) Sebastião de Almeida Prado Sampaio foi cremado ontem no Crematório Municipal, na Vila Alpina, em São Paulo. Ele faleceu anteontem, aos 89 anos, vítima de câncer.Formado pela USP e com pós-graduação na Mayo Foundation for Medical Education and Research, nos Estados Unidos, Sampaio assumiu a cátedra de Dermatologia da Faculdade de Medicina em 1960, onde ocupou o cargo de diretor-clínico do Hospital das Clínicas (HC), entre 1970 e 1978. Também em 1970 publicou o compêndio Dermatologia Básica, com a colaboração de Raymundo Martins e Evandro Rivitti. O médico foi presidente da Associação Médica Brasileira (AMB), da Sociedade Brasileira de Dermatologia e do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp). Após sua aposentadoria, em 1989, foi nomeado professor emérito da faculdade.