Conheça a modelo Daiane Conterato

Agencia Estado - O Estado de S.Paulo

Preste atenção nesse rosto! Faz um ano que os fashionistas estão de olho nele. Daiane Conterato completou 16 anos em outubro, ao final da temporada de desfiles internacionais, com a certeza de que sua beleza estranha é ?a? beleza hoje. Assim como o movimento cubista, no início do século 20, era considerado um horror, chamado de arte degenerada por muitos de seus contemporâneos, a valorização desta nova estética feminina, que foge do convencional, não agrada a todos. Como ela reagiu ao ser chamada de modelo feia pela imprensa especializada? ?Eu não ligo, podem falar o que quiserem, mas minha mãe fica louca. Não me acho feia nem bonita, me acho estranha?, diz esta gaúcha descendente de poloneses e italianos.A mãe, uma promotora de vendas, é a grande incentivadora e crítica da carreira de Daiane, que criança sonhava estudar veterinária. ?Amo animais, tenho dois cachorros, um gato e 11 passarinhos?, conta, mostrando as fotos guardadas em seu i-Pod. E foi exatamente em uma feira agropecuária que Daiane foi descoberta aos 14 anos. ?Fiz umas polaroids, mas minha carreira não engrenava. Não tenho o padrão brasileiro (leia-se curvas e sensualidade), mas minha mãe sempre me falava que, se eu tivesse que ser mesmo modelo, um dia ia dar certo?. E mais um conto de fadas fashion aconteceu. Daiane foi convidada para o casting da Prada, uma das marcas mais influentes do mundo e grande lançadora de tendências. ?Fui com minha mãe para Milão e fiz três dias de casting. Nem imaginava a importância de Miuccia Prada, então não fiquei nervosa nem aflita, encarei como mais um casting?, lembra a modelo que gosta de falar de forma franca e direta. Sem falar inglês, ela entrou e saiu calada dos testes: ?Era a única brasileira, não tinha nem com quem conversar?. Quando finalmente passou na seleção, foi até a fábrica para conhecer a poderosa Miuccia Prada. Era tanta gente em uma sala pequena que ela ficou sem saber quem era afinal sua fada madrinha. Mas seu padrinho ela sabe muito bem quem é: Olivier Rizzo, o stylist preferido das grifes Prada e Miu Miu. ?Até hoje ele me dá uma força?, diz com certa intimidade. E ali, em fevereiro de 2006, o patinho feio apareceu feito cisne para o mundo da moda.Depois de uma estréia tão top nas passarelas internacionais é claro que o mundo da moda se rendeu à jovem de 1m78 e apenas 48 kg. ?Não adianta, eu não engordo. É genético! Como de tudo. Só saladinha nem pensar, tem que ter também pizza, refrigerante...? E lamenta a polêmica em torno da anorexia. Diz que, por ser muito magra, as pessoas acham que ela sofre de distúrbios alimentares. ?Meu IMC (Índice de Massa Corporal) é 14 quando se pede 18, mas eu sou saudável?, garante. Da Prada para o mundo. Depois da estréia na grife italiana, ela partiu em grande estilo para Los Angeles e fotografou um editorial para a Vogue Itália com o top fotógrafo americano Steven Meisel. Ela lembra que mais uma vez o inglês foi um entrave, mas fala que ?ele foi atencioso e tinha até uma tradutora?. Depois disso, focada em seu trabalho, resolveu ir para Nova York aprender o idioma. Só em julho passado, na temporada de lançamentos para o verão, Daiane debutou nas passarelas brasileiras: fez 22 desfiles no São Paulo Fashion Week. Já no primeiro dia estava no casting de um dos mais importantes estilistas brasileiros: Alexandre Herchcovitch. ?Adorei conhecer o Alexandre, ele é super simpático?, diz.Desde então sua agenda vive lotada de trabalhos e viagens. Passou o aniversário fazendo a nova campanha da Miss Sixty. Fotografou com Steven Klein, apareceu em editoriais da Vogue francesa e acabou de fotografar um especial de moda em São Paulo para o jornal New York Times com o fotógrafo Jason Schmidt, especialista em fotos de arquitetura. ?Adoro São Paulo, me sinto livre lá, fiz amigas ótimas?. Uma delas é Drielle Valeretto, outra promessa desta nova safra ao lado da também amiga Laís Navarro, com quem divide apartamento em Nova York. Daiane também ?ama? Nova York, onde desfilou para outro darling da moda, Marc Jacobs: ?O backstage dele é cheio de celebridades. Tem o (rapper) 50 Cent, a Victoria Beckham (ex-Spice Girl), a (atriz) Demi Moore e aquele marido dela, o (ator) Ashton Kutcher, que é muito lindo, dá vontade de roubar dela?, diz rindo, para em seguida confessar que nunca namorou na vida.