Começa hoje, às 13h, o vestibular da Fuvest

Renata Cafardo - O Estado de S.Paulo

Prova da 1.ª fase terá 90 questões; neste ano, são 140.999 candidatos

Começa hoje, às 13 horas, a disputa pelas 10.552 vagas da Fuvest, o vestibular mais concorrido do País. Apesar desse título, diminui a cada ano o número de inscritos e, conseqüentemente, a relação candidato-vaga. Neste ano, 140.999 jovens se inscreveram para a prova, 2 mil a menos que em 2006. O curso mais concorrido é o de Jornalismo, com cada lugar sendo disputado por quase 45 estudantes. Este será o segundo ano em que o exame terá 10% das questões com abordagem interdisciplinar, dentre as 90 de múltipla escolha. No ano passado, alguns professores criticaram a novidade dizendo que as perguntas, no máximo, juntavam duas disciplinas. "A Fuvest aprimorou essas questões, mas elas foram avaliadas positivamente por nós", disse a pró-reitora de Graduação da USP, Selma Garrido Pimenta. A medida faz parte do programa de inclusão da USP (Inclusp), assim como o bônus de 3% dado a alunos de escolas públicas na primeira e na segunda fases. Mesmo assim, diminuiu neste ano o número de estudantes da rede pública entre os inscritos. A queda foi de 6%, como mostrou ontem o Estado. Especialistas acreditam que isso está ligado à criação do Programa Universidade para Todos (ProUni), do governo federal, que dá bolsas em faculdades privadas. Em 2008, a Fuvest inicia a segunda fase do Inclusp, com o chamado vestibular seriado. A idéia é realizar provas ao fim de cada ano do ensino médio público e incorporar essas notas ao exame. ATRASOS A Fuvest não tolera atrasos e os vestibulandos devem chegar hoje cerca de uma hora antes aos locais de prova. Os portões serão abertos às 12h30. Mais de 88 mil candidatos são da capital e o restante, do interior do Estado. Eles disputam 10.302 vagas na USP, 100 na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa e 150 na Academia de Polícia Militar do Barro Branco. Além das interdisciplinares, as outras questões serão divididas entre português, matemática, história, física, geografia, química, biologia e inglês. Todas serão em forma de teste, com cinco alternativas, e valem um ponto cada uma. A nota de corte - quantidade mínima de acertos para passar para a segunda fase - será divulgada em dezembro. No dia 14, sai a lista oficial de aprovados na primeira fase, que farão as novas provas entre 6 e 10 de janeiro. A segunda fase tem questões dissertativas e a redação. A relação dos aprovados será divulgada no dia 7 de fevereiro.