CO2 em excesso afeta ouvido de peixes

AFP - O Estado de S.Paulo

Um alto nível de dióxido de carbono na água estaria vinculado a um subdesenvolvimento anormal dos ossos que formam o ouvido dos peixes, elementos essenciais para seu sentido de orientação, segundo estudo da Universidade de San Diego publicado na revista Science. O aumento de CO2 nos oceanos já tinha sido responsabilizado por efeitos nocivos no desenvolvimento de moluscos e de corais.