Cirurgiões reduzirão atendimento no CE

- O Estado de S.Paulo

Parados há mais de dois meses, os médicos cirurgiões cardiovasculares conveniados ao SUS no Ceará deixarão de fazer cirurgias de sobreaviso (de emergência, feitas no turno da noite) no Hospital de Messejana, o único da rede pública especializado em doenças cardíacas. "A cada dia atenderemos menos e menos até que resolvam nossa questão", disse Haroldo Brasil, diretor da Cooperativa de Cirurgiões Cardiovasculares do Ceará.