Choque de meteorito faz cratera no Peru

EFE - O Estado de S.Paulo

Buraco na região de Puno tem 30 m de diâmetro e 6 m de profundidade

Lima - Um meteorito caiu na noite de sábado na região peruana de Puno, perto da fronteira com a Bolívia, formando uma cratera de 30 metros de diâmetro e seis de profundidade, informou ontem a imprensa local. Um objeto luminoso caiu pouco antes da meia-noite de sábado no povoado de Carancas, na província de Chucuito, cerca de 1.300 quilômetros ao sul de Lima. Segundo fontes da Direção Territorial da Polícia, os moradores da região ouviram um grande barulho, que parecia ser de um avião em queda. Em seguida, as testemunhas viram no céu um objeto luminoso em chamas que se chocou contra a terra, produzindo uma explosão que deixou restos de matéria carbonizados. O meteorito não feriu nenhuma pessoa, mas as autoridades investigam se os restos encontrados na região são de animais que podem ter morrido queimados em decorrência da explosão. Os camponeses da localidade temem o surgimento de alguma doença, já que lascas de chumbo e prata foram liberadas no choque do fragmento de meteoro com o solo, informou uma emissora local. O membro da Academia Nacional de Ciências, Modesto Montoya, disse à agência estatal Andina que a queda de meteoritos no Peru não apresenta perigo, a não ser que os objetos atinjam alguma estrutura. "Nenhum dos vários meteoritos que caem no país e fazem perfurações de tamanhos variados são prejudiciais para pessoas, salvo que caiam em uma casa", explicou. Em junho, outro meteorito caiu na colina Mascapampa, na província de Arequipa, sul peruano, deixando a população alarmada.