Check-up pré-casamento

Agencia Estado - O Estado de S.Paulo

Quanto mais perto do dia do casamento, mais os noivos ficam ansiosos e com a agenda lotada de compromissos. A noiva fica preocupada com a maquiagem, o cabelo, o vestido e a decoração da festa. O noivo, no entanto, está ligado no andamento da lista de convidados, na lua-de-mel e nas despesas. Porém, alguns casais se esquecem de um assunto fundamental: a saúde.De acordo com Sueli de Almeida Raposo, coordenadora do serviço de colposcopia do Delboni Auriemo, antes dos pombinhos trocarem as alianças, é importante que façam exames que atestem que a saúde está nos trinques. ?Com a correria na véspera do casamento, eles esquecem de cuidar do corpo. Por isso, podem realizar os exames um mês antes da cerimônia?, explica.Ao contrário do número de convidados, a lista de exames é pequena e não assusta. ?Esse procedimento deve ser aplicado para os dois. Em alguns casos, os homens fogem do check-up. É importante fazer exames de sangue para checar se o paciente não tem sífilis, HIV, hepatite B ou C?, diz Sueli. Além disso, a coordenadora avisa que a noiva deve passar no ginecologista antes de casar. ?Na maioria das vezes, os médicos pedem exames de praxe, como o ultra-som e papanicolau.?Genes compatíveis Uma das maiores dúvidas entre os casais que pretendem ter filhos é se os genes são compatíveis. Geralmente, segundo Sueli, esse receio ocorre quando há algum parente que esteja muito doente. ?Existe um estudo genético que pode ser feito, mas não é um exame de rotina. O casal vai até o médico em busca de orientação, mas caso não sejam compatíveis, não deixarão de casar por causa disso?, alerta.A médica também recomenda esse tipo de exame para os casais que são primos de primeiro grau. ?Depois da análise, verificamos a necessidade de fazer algum tipo de tratamento?, finaliza.