Chantix pode causar lesões, afirma estudo

REUTERS - O Estado de S.Paulo

O medicamento Chantix, da Pfizer - usado no tratamento do tabagismo - pode causar lesões acidentais e levar à morte, afirmaram ontem pesquisadores americanos. No Brasil, o remédio é vendido desde 2006 com o nome de Champix. Mais de mil problemas de saúde e lesões acidentais, incluíndo 50 mortes, foram constatados nos três primeiros meses de 2008 em pacientes que usavam o remédio. Os resultados são apontados por pesquisadores da entidade sem fins lucrativos Instituto para a Prática Segura da Medicação da Universidade Wake Forest.A pesquisa analisou os dados de pessoas que passaram a usar a droga nos EUA após sua aprovação pelo FDA, agência regulatória de medicamentos, em 2006. O Chantix, ou tartrato de vareniclina, carrega em sua bula o alerta de que a droga pode causar depressão, comportamento suicida, agitação e outros comportamentos incomuns. O rótulo também alerta os pacientes a tomar cuidado quando forem dirigir ou operar máquinas até que saibam os efeitos que a droga pode causar.Em maio, os pesquisadores relataram os primeiros problemas relacionados ao medicamento. Imediatamente, a U.S. Federal Aviation Administration baniu o uso do remédio por pilotos. De acordo com os últimos relatos dos pesquisadores, foram relatados problemas como mortes, acidentes de trânsito e perda de consciência. Agora, o FDA está revendo os estudos para verificar se os alertas que o fabricante já apresenta nos rótulos e bulas do medicamento são suficientes para advertir médicos e pacientes, afirmou o porta-voz da agência, Christopher DiFrancesco.Em comunicado, a Pfizer defende que a droga é segura e eficaz quando usada de maneira correta, seguindo as indicações médicas. O laboratório afirma que já tinha informações sobre efeitos como problemas cardíacos, de visão e risco de acidentes, mas ressalta que os estudos apresentados até agora são inconclusivos.