Chanceler alemã critica Vaticano

AFP - O Estado de S.Paulo

A chanceler alemã, Angela Merkel, criticou o Vaticano a respeito da reabilitação de um bispo que nega o Holocausto. Merkel, protestante, considerou "totalmente insuficientes" as declarações do cardeal Walter Kasper, que reconheceu "erros" de gestão e comunicação por parte da Santa Sé em relação ao caso. O porta-voz da Santa Sé, padre Federico Lombardi, disse que a condenação do papa às declarações do bispo Richard Williamson "não poderiam ser mais claras".