Casos de gripe suína em MT e em SP elevam total para 28

- O Estado de S.Paulo

Novos infectados são pessoas que foram ao exterior; em Campinas, testes em crianças dão negativo

O Ministério da Saúde confirmou ontem mais três casos de gripe suína no País. Contraíram a doença dois moradores de Mato Grosso e um de São Paulo que estiveram no exterior. Segundo a pasta, os três estão isolados em suas casas, recebendo medicamentos. Acompanhe as últimas notícias e números da gripe suínaAo todo, foram registrados 12 casos em São Paulo, 7 no Rio, 4 em Santa Catarina e 2 em Mato Grosso. Completam a lista Minas, Rio Grande do Sul e Tocantins, com um caso cada um. O Ministério da Saúde ressaltou que a transmissão de pessoa a pessoa do vírus no País é limitada. Em Campinas, a Secretaria da Saúde informou que foi negativo o resultado dos exames de oito crianças que frequentam uma creche na qual uma das monitoras pegou a gripe. A creche suspendeu as aulas até o dia 11. A secretaria aguarda o resultado do exame de uma criança, considerada caso suspeito e mantida em área de isolamento no HC da Unicamp. Ela foi internada anteontem com sintomas como coriza e febre leve. O resultado deve sair hoje. As crianças cujos resultados para influenza A(H1N1) foram negativos ficarão em quarentena domiciliar. Seus pais foram liberados para retomar as atividades normais. Segundo a secretaria, das 102 crianças matriculadas na creche campineira, 23 tiveram contato com a monitora. Das 23 crianças, 9 passaram pelo HC da Unicamp após apresentarem sintomas.TRANSMISSÃO AUTÓCTONEO primeiro e segundo casos da gripe na região de Campinas foram o de um homem de 29 anos e a monitora. Ambos estavam internados no HC e tiveram alta anteontem. O homem esteve nos Estados Unidos em maio, foi internado no dia 26 e teve a confirmação da contaminação na quinta-feira da semana passada. A monitora teve a confirmação na segunda. RECOMENDAÇÕES A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, principalmente por meio de contato com secreções respiratórias de infectadosOs sintomas são febre alta e repentina (maior que 37,5°C) e tosse. Pode ocorrer dor de cabeça, dores musculares e nas articulações. Se a pessoa tem sintomas, deve repousar e tomar muito líquido. Contato com outros deve ser evitado. Ligue para um médico ou unidade de saúde. Caso tenha de se deslocar, cubra nariz e boca