Bezzi & Bono

Agencia Estado - O Estado de S.Paulo

Sabe quando a semana é daquelas? Quando você não vê a hora pra chegar o final dela? Quando todos parecem estar contra você? Pois a minha semana foi mais ou menos assim. Quase na sexta-feira, decidi passar por um pet shop que expõe filhotes de gatos e cachorros. Foi um bálsamo para a minha mente. Apenas olhar para as reações dos bichinhos me fez ficar um pouco mais calmo e tentar colocar em perspectiva meus problemas. Com os gatos, em casa, acontece o mesmo fenômeno. Eles me passam uma sensação de calmaria impressionante. Mesmo quando tenho de trocar a terrinha deles (cheia de cocô e xixi), sinto como se fosse uma terapia. Acredita? Alguns juram que os felinos tiram todo o estress do dono acumulado e puxam para si as vibrações negativas recebidas durante o dia. Eu sou mais um que assino em baixo essa teoria. Outra que eu gostaria de difundir (cientificamente comprovada em casa também) é a de que só a visão de um gatinho já recompensa todo o suposto trabalho que você tem ao levar um pra casa. Como a natureza pode ser tão perfeita? Esta semana li que cientistas descobriram mais semelhanças entre o homem e o macaco. Se for assim, Bono e Dylan são Freud e Jung.