Americanos continuam presos por fazer estudo

- O Estado de S.Paulo

Três pesquisadores americanos acusados de extração ilegal de amostras do solo do fundo da Lagoa Baía Vermelha, no Pantanal, permaneciam ontem em uma delegacia da PF em Corumbá (MS). A lagoa é situada em área de preservação. Dois brasileiros, doutorandos da Unesp, detidos com eles, pagaram fiança de R$ 1.550 cada um e foram liberados anteontem. A Unesp afirma que seus pesquisadores tinham permissão do Ibama.