''Acusações foram arquivadas''

- O Estado de S.Paulo

Em carta endereçada ao site oficial do bispo Edir Macedo, o advogado Arthur Lavigne, que defende a Igreja Universal, afirma que a "acusação do momento nada mais é do que a repetição dos mesmos fatos que o Supremo Tribunal Federal arquivou".Para o advogado, "estas acusações criminosas nem merecem resposta". "Enfrentaremos o processo com a mesma tranquilidade de outras vezes e nossa maior e irrespondível defesa é no sentido de que o Supremo Tribunal Federal já investigou tais fatos e a pedido da Procuradoria-Geral de República arquivou o inquérito", diz o texto, publicado no site pessoal de Macedo.