Achadas entradas de câmaras astecas

Efe - O Estado de S.Paulo

Arqueólogos que trabalham no Templo Maior, principal centro cerimonial asteca, na Cidade do México, localizaram entradas, construídas antes da chegada dos conquistadores espanhóis, que podem levar a câmaras funerárias. O arqueólogo Leonardo López Luján afirmou que os pesquisadores encontraram um poço profundo, terminando numa câmara que conduz a outros espaços, como ocorre nas criptas funerárias maias e zapotecas.