A hora do luxo discreto

Andrea Vialli - O Estado de S.Paulo

Ao apostar na área de aviação executiva, a Embraer reforçou o time de designers para levar novo conceito de luxo aos clientes. [br]Conforto, luz e espaço dão charme às viagens de jato

Design não era prioridade para a Embraer até a estréia no mercado de aviação executiva, em 2001. No passado, eram engenheiros e projetistas que desenhavam um avião, até porque a sua aparência era muito menos relevante que sua eficiência. Na aviação executiva, a história é outra. O cliente, que é rico e exigente, dá quase tanta importância a um quanto ao outro. A área cresceu - atualmente responde por 16% das receitas - e atraiu uma leva de designers. O time já conta com 30 profissionais, que participam do projeto desde o começo, mas atuam mais do meio para o fim, quando o avião é desenhado sob medida para o cliente. O resultado desse investimento aparece nos jatos Lineage 100 e na família Phenom (100 e 300). Ambos ganharam ouro no prêmio Idea Brasil, na categoria Transportes. "A idéia de luxo hoje em dia é conforto, espaço e tempo. É isso que a aviação executiva busca", explica Henrique Langenegger, diretor de programas de aviação executiva da Embraer. Na era dos aviões apertados, quem pode pagar por um jato quer espaço. E a sensação de estar na sala de casa. No interior do Phenom 100, com lugar para quatro passageiros, as poltronas são dispostas frente a frente, com uma mesa de centro entre elas. Há som ambiente e decoração clean. É também o único na categoria de jatos pequenos a oferecer banheiro. Para criar a atmosfera acolhedora, a equipe de design da Embraer se uniu à BMW Design Works. Do lado de fora, a cor laranja predomina - o avião é voltado a um público mais jovial, despojado. O Lineage 1000, que comporta 19 passageiros, já tem um perfil mais tradicional. No interior, há cinco áreas privativas e dois banheiros. O cliente pode trabalhar, descansar e até preparar refeições dentro do avião. E a configuração dos jatos pode mudar conforme a demanda. "O conceito é o do luxo inteligente, um contraponto ao luxo antigo", diz o executivo. Em resumo, serenidade, luz e personalização fazem toda a diferença.