A arte de gastar menos

Agencia Estado - O Estado de S.Paulo

Bater perna atrás de móveis e objetos no início do ano, época de promoções de decoração em São Paulo, pode ser uma experiência rica - de dúvidas. ?Será que o desconto vale a pena??. ?O que devo escolher ante tantas ofertas??. ?Vou ter de me virar sozinha dentro da loja?? - eis algumas razões que dificultam o ato de escolher de quem não deseja perder a oportunidade dos saldos. Até 18 de fevereiro, por exemplo, o Shopping D&D promove o já tradicional Bota-Fora - pretexto para o Casa & fazer um passeio, junto da decoradora Jóia Bergamo e do arquiteto Augusto Cesar Bordin, para mostrar, na prática, como tirar proveito dos descontos do shopping.De início, a dupla faz referência à regra primeira: antes de eleger uma peça, tire as medidas do ambiente onde pretende colocá-la. ?Na empolgação, a pessoa pode comprar um móvel que simplesmente não cabe no espaço desejado?, previne Jóia. ?Vale a pena usar o celular e tirar fotos, o que depois ajuda a visualizar o produto no devido lugar?, sugere Augusto, enquanto examina o aparador com estrutura de aço inox e tampo de cristal na Artefacto (1,00 m x 0,40 m), que, de R$ 3.296, custa agora R$ 1.896.Outra dica dos especialistas: os produtos remarcados são quase sempre de pronta-entrega. ?O que você encontra é o que você leva?, diz o arquiteto. Isso significa que as lojas não emprestam produtos para serem testados na casa do futuro proprietário, prática comum no resto do ano. ?Mas o cliente deve tirar partido da presença de arquitetos recém-formados na equipe das lojas de renome, a quem é possível pedir orientação sobre proporções, ergonomia etc.?, aconselha Augusto. Ainda assim, se o impulso de comprar for incontrolável, Jóia e Augusto fazem a mesma recomendação: melhor exercitar essa vontade com os acessórios, peças úteis (e de preços mais em conta). De exemplo, eles apontam, na Formatex, as almofadas (de R$ 79 por R$ 44 cada) e as colchas em patchwork (de R$ 550 por R$ 279, a de casal). ?Esse tipo de colcha também pode funcionar como manta?, adianta Augusto. Na mesma categoria, Jóia é atraída por modelos do Mundo do Enxoval, de lã acrílica e tons vibrantes (a de solteiro passou de R$ 85 para R$ 59; e a de casal, de R$ 110 para R$ 79).Na Style House, a decoradora encontra cadeiras de linhas retas em embuia (nas opções clara e escura), com assento de couro ecológico (R$ 330 cada uma). O que lhe serve de inspiração para outro alerta: não compre o que vai exigir modificações - ou o dinheiro economizado será gasto na reforma. ?Se encontrou cadeiras para a mesa de jantar por ótimo preço, mas não gostou do tecido delas, terá de comprar outra padronagem e pagar um tapeceiro, que cobra R$ 80 em média por peça?, adianta Jóia. Para quem quer objetos de design, megapromoções são o momento certo para comprar, enfatiza Augusto, de olho na poltrona Toy, de plástico laranja, da By Design (de R$ 840 por R$ 420). ?É peça de qualidade e dá um toque divertido a qualquer ambiente.? A luminária de mesa da Dominici, com tripé de alumínio e cúpula de renda (de R$ 594 por R$ 390), também exemplifica a compra de um objeto exclusivo, assim como o kilim em tons mostarda e laranja (1,52 m x 0,92 m) da By Kamy (de R$ 500 por R$ 250).Confira algumas peças.