11 de maio será dia de homenagem a Frei Galvão

Brasília - O Estado de S.Paulo

Projeto aprovado pelo Senado não prevê que data seja feriado nacional

O Senado aprovou anteontem à noite o projeto que instituiu o dia 11 de maio como dia de homenagem a São Frei Galvão, o primeiro santo brasileiro. Segundo Francisco Dornelles (PP-RJ), autor da proposta, Frei Galvão merece "um dia para ser lembrado, homenageado e consagrado". Para tornar-se lei, o projeto deve ter a sanção do presidente da República. A data não será feriado nacional. Antônio de Sant?Anna Galvão foi canonizado pelo papa Bento XVI no dia 11 de maio, durante a visita dele ao País. O processo de canonização começou em 1938, mas só tomou impulso a partir de 1991. Frei Galvão nasceu em 1739, na cidade de Guaratinguetá, interior de São Paulo. Fazia parte de uma família rica da cidade. Aos 13 anos, foi enviado a um colégio de jesuítas da Bahia. Depois de passar por um convento franciscano, tornou-se padre, aos 23 anos. Logo foi mandado para São Paulo, onde construiu o Mosteiro da Luz. Foi o próprio Frei Galvão quem desenhou a planta do mosteiro e depois colocou o projeto em prática, ajudando a erguer as paredes. Por essa razão, já é considerado o padroeiro de pedreiros, serventes, arquitetos, engenheiros e todos os trabalhadores da construção civil. Morreu aos 83 anos, num minúsculo quarto do mosteiro.