Whindersson Nunes relembra depressão em novo especial para Netflix

Rafael Nascimento - Especial para o Estadão

Em 'É de Mim Mesmo', humorista revelou que recebeu conselhos do DJ Alok durante o período depressivo

'Depressão é uma coisa que você não consegue explicar', disse Whindersson

'Depressão é uma coisa que você não consegue explicar', disse Whindersson Foto: Twitter/ @whindersson

O novo especial do humorista Whindersson Nunes, É de Mim Mesmo, estreou nesta quinta-feira, 3, na plataforma de streaming Netflix. No repertório de piadas, o comediante tira humor de situações sobre sua vida pessoal como a pandemia e até mesmo dos momentos de angústia que viveu no período de depressão

"Eu estava fazendo turnê mundial! No meio da turnê, uma pandemiazona. Já estava meio mal, meio de depressão... Passei quase seis meses sem fazer nada... Sem aparecer na TV, sem fazer vídeo, sem trabalhar, sem fazer nada. Estava mal mesmo. Não queria fazer nada. E o assunto era só esse", conta o artista durante o espetáculo.

Nunes revela ainda no stand-up que, após ter compartilhado no Fantástico, da TV Globo , que sofria com a depressão, acabou se isolando ainda mais porque não queria tocar no assunto publicamente.

"O Fantástico falou comigo: 'Vamos fazer uma matéria sobre depressão para ajudar um monte de gente'. Legal, fiz a matéria, mas depois disso daí, tudo o que se falava de depressão, o povo falava: 'chama o Whindersson'. Que diabo é isso? Você ser o nome da depressão?", disse.

"Aí comecei a negar a ida nos programas de TV. A mulher que trabalhava comigo, falava: 'Você não está indo na TV, as pessoas vão esquecer de você'. E eu dizia: 'Minha senhora, não estou a fim de fazer nada, não quero ficar falando o mesmo assunto sensível toda hora, não'”, revela o comediante.

O humorista enfatiza também o quão difícil é conviver com a doença: "Depressão é uma coisa que você não consegue explicar, as pessoas não conseguem entender e fica por isso mesmo. Cada um tira suas conclusões. Você prefere ficar em casa porque quando você sai, todo mundo fica dando uma opinião. Daí o pessoal ia na minha casa, mas meu Deus do céu, parecia que eu estava pela hora da morte".

Um dos pontos altos do especial é quando Whindersson conta que o DJ Alok, foi um pessoa que mostrou muito apoio a ele: "O Alok foi falar comigo. Ele é um cara sensacional, gente boa demais, umas das pessoas com o coração mais legal que eu já vi na minha vida. Ele queria ir lá em casa, porque via que eu não queria sair. Ele queria me tirar de casa: 'Vamos gravar, cara?, vamos conhecer o estúdio novo!'”.

Alok também acabou influenciando a participação de Whindersson no remix de Girassol, faixa original da cantora Priscilla Alcântara, após o DJ dizer que faturava cerca de R$ 500 mil por remix que participava. "Eu disse: 'Meu amigo, vamos fazer amanhã!”, diz o humorista no É de Mim Mesmo.