‘Vai trabalhar e me respeite’, diz Bruno Gagliasso para Collor

Bárbara Correa* - O Estado de S.Paulo

A discussão começou quando o ator criticou a aproximação do ex-presidente com Bolsonaro; o senador tambémprovocou: ‘Pare de querer lacrar’

Fernando Collor responde critica de Bruno Gagliasso no Twitter

Fernando Collor responde critica de Bruno Gagliasso no Twitter Foto: Instagram/ @brunogagliasso| Instagram/ @fernando_collor

Bruno Gagliasso e Fernando Collor discutiram publicamente nas redes sociais, nesta última terça-feira, 9. No Twitter, o ator chamou atenção para a aproximação do atual senador filiado ao Partido Republicano da Ordem Social (PROS) com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). 

A crítica não passou despercebida pelo ex-presidente, que respondeu Gagliasso, acusando ele de querer “lacrar” nas redes sociais

“Chega a ser uma piada esse presidente que representaria tudo de ‘novo’ trazer pra ser seu conselheiro ECONÔMICO um sujeito que fez tantas famílias sofrerem com sua política econômica. BolsoCollor é um escárnio”, publicou Bruno. 

“Sujeito, para de espernear e querer lacrar. Aproveita o tempo vago e vai fazer algo útil pelo Brasil. Se não conseguir, vai para Noronha e para de encher o saco”, escreveu Collor. 

A discussão continuou e Bruno Gagliasso respondeu ao senador: "Tá querendo palco, irmão? Eu não ganho dinheiro do povo para estar no Twitter ofendendo os brasileiros. Eu sou um brasileiro pagador de impostos e você é meu funcionário. Vai trabalhar e me respeite”. 

Pouco tempo depois, o ator continuou criticando as reformas do Plano Collor, em 1990, cujo confisco das cadernetas de poupança foi responsável pelos “sonhos esmagados que ele fez com esse país. Inclusive minha amiga Fabiula Nascimento", escreveu. 

Por fim, Gagliasso alertou os seguidores de como deveria ser a postura de um político nas redes sociais. “Num país decente, o político me apresentaria O TRABALHO dele, com educação, pra que eu mudasse ou não de opinião. No Brasil o sujeito se acha no direito de xingar o povo. É inacreditável”.

Desde sua última resposta, Fernando Collor não se posicionou mais nas redes sociais sobre a discussão com o ator.

*Estagiária sob supervisão de Charlise Morais