Trump é alvo de críticas por mensagem deixada no Memorial do Holocausto

Redação - O Estado de S. Paulo

Texto foi considerado muito pequeno e internautas compararam com o de Barack Obama

Donald Trump esteve em visita a Israel e passou pelo Memorial do Holocausto

Donald Trump esteve em visita a Israel e passou pelo Memorial do Holocausto Foto: REUTERS/Remo Casilli

Em viagem oficial a Israel, o presidente Donald Trump repetiu um gesto feito por Barack Obama ao deixar um texto no Memorial do Holocausto, em Jerusalém. Não demorou para que internautas comparassem as mensagens escritas pelos líderes norte-americanos.

Trump deixou um curto agradecimento no texto feito à mão. “É uma grande honra estar aqui com todos os meus amigos. É tão incrível e não vou esquecer nunca!", assinou o presidente norte-americano, acrescentando o nome da primeira-dama Melania Trump.

Na sua visita ao local, em 2008, Obama passou uma mensagem maior. “Eu sou grato a Yad Vashem [nome oficial do local] e a todos aqueles responsáveis por esta notável instituição. Em um período de grande risco e promessa, guerra e discórdia, nós somos abençoados por ter uma lembrança tão poderosa do potencial do homem para o mal, mas também nossa capacidade de nos levantar depois da tragédia e recomeçar nosso mundo", escreveu o líder político, que ainda era senador à época.

"Deixe nossas crianças virem aqui e conhecerem esta história, de forma que elas possam adicionar suas vozes e proclamar 'nunca de novo'. E lembremos aqueles que pereceram, não apenas como vítimas, mas também como indivíduos que esperaram, amaram e sonharam como nós. E àqueles que se tornaram símbolos do espírito humano", concluiu Obama.

O ex-presidente George Bush foi outro político norte-americano a passar pelo Memorial em 2008, deixando uma mensagem ainda mais sintética. "Deus abençoe Israel", escreveu o republicano em janeiro daquele ano.

Ao comparar os textos de Obama e Trump, o cientista político norte-americano Ian Bremmer tuitou: “Isso me deixa triste”. Outros usuários da rede social também comentaram a diferença das mensagens.

Tradução: Bilhetes deixados por Trump e Obama em Yad Vashem, Memorial do Holocausto de Israel

Tradução: Não parece ser um problema. Aqui está a nota deixada pelo Presidente Bush em Yad Vashem, Memorial do Holocausto de Israel. E a de Trump. 

Tradução: Quanto contraste! Notas de Trump e Obama no Memorial do Holocausto de Israel 

Tradução: "É uma honra estar aqui com todos os meus amigos". Sério, Trump? Isso não é o que você deve escrever quando visita um Memorial!

Tradução: Notas de Obama e Trump no Memorial do Holocausto de Israel. Fale o que quiser do Obama, mas nós perdemos algo.