Tribunal espanhol inocenta Shakira da acusação de plágio

Redação - O Estado de S.Paulo

Magistrados concluíram que não há semelhanças entre a música 'La Bicicleta' e 'Yo Te Quiero'

Shakira e Carlos Vives ao chegarem no tribunal de Madrid, em março de 2019.

Shakira e Carlos Vives ao chegarem no tribunal de Madrid, em março de 2019. Foto: Bernat Armangue/AP Photo

Os cantores colombianos Shakira e Carlos Vives foram inocentados por um tribunal espanhol da acusação de suposto plágio da música La Bicicleta, anunciou a Justiça nesta quinta-feira, 16.

Depois de escutar as diferentes partes implicadas no processo, realizado em 27 de março, em Madrid, e no qual a cantora negou acusação, o tribunal informou que descartou a ação do cubano Livam, que os acusava de copiar trechos de sua música Yo Te Quiero, de 1997.

"A letra da música é igual em quatro palavras (...) enquanto não há coincidência alguma na melodia; a velocidade do ritmo e a harmonia também são diferentes", argumentaram os magistrados na sentença. "Em resumo, não existe plágio de nenhuma maneira", concluiu o tribunal. A decisão cabe recurso.

Liván Rafael Castellano, conhecido artisticamente como Livam, e sua empresa MDRB Music Publishing haviam acusado os cantores de plágio, assim com o produtor Andrés Castro e a gravadora Sony. A principal semelhança entre as canções, segundo ele, é no refrão.

Enquanto Shakira e Vives cantam "eu sonho com você e te amo muito", Livam entoa "eu te amo, eu te amo muito". O tribunal aceitou a similaridade, mas defendeu que "a expressão é comum, utilizada em todo tipo de canção e textos ao longo da história".

A sentença incluía opinião de vários peritos musicais propostos pela defesa que mostraram as diferenças entre as músicas. Shakira garantiu ao tribunal que nunca havia escutado a canção de Livam antes e defendeu que sua composição "não tem nada de parecido".

Os acusados disseram que Vives compôs a melodia e grande parte da letra junto com Andrés Castro enquanto Shakira escreveu um dos dois refrões. De sua parte, Livam havia dito que um representante seu fez com que sua música chegasse a Vives e reivindicava os direitos autorais. Porém, as duas testemunhas interrogadas negaram que haviam passado o tema da música para o cantor colombiano.

Não é a primeira vez que Shakira se envolve judicialmente por conta da autoria de uma música. Em 2014, a Justiça norte-americana condenou a cantora por plágio pela canção Loca. A música seria uma cópia ilegal de uma canção composta por um músico dominicano em 1998.

Com informações da AFP