Tia do príncipe Harry não é convidada para recepção pós-casamento

redação - O Estado de S.Paulo

Decisão de deixar Sarah Ferguson fora da lista teria partido do príncipe Charles, que está organizando o evento privado; entenda

Sarah Ferguson, duquesa de York, foi casada com o príncipe Andrew, tio legítimo de Harry.

Sarah Ferguson, duquesa de York, foi casada com o príncipe Andrew, tio legítimo de Harry. Foto: STR/EFE

Sarah Ferguson, tia do príncipe Harry, não foi convidada para uma recepção privada que ocorrerá após o casamento dele com a atriz Meghan Markle no próximo dia 19. A decisão teria sido do príncipe Charles, que está organizando o evento, e tem a ver com polêmicas nas quais ela está envolvida.

A duquesa de York, de 58 anos, foi casada com o príncipe Andrew, irmão de Charles, e está entre os 600 convidados para a cerimônia na capela de St George, no castelo de Windsor, e para uma recepção posterior no St George’s Hall.

Porém, enquanto o ex-marido dela e as filhas foram convidados para uma segunda recepção para 250 pessoas, ela ficou fora da lista, segundo o Daily Mail. Ela estaria "profundamente triste" por isso.

O jornal britânico relata que o pai de Harry nunca teria perdoado Sarah por, em 1992, ter sido fotografada em momentos íntimos, à beira de uma piscina, com o consultor financeiro dela, John Bryan, quando ainda era casada com Andrew.

Além disso, ela tinha um estilo de vida extravagante que quase a levou à falência por duas vezes, sendo 'salva' apenas pela generosidade do ex-marido.

Segundo fontes ouvidas pelo periódico, a duquesa tem se queixado do "desprezo" recebido, mesmo que muitas pessoas da casa real pensem que ela deveria se sentir sortuda por ir a todos - ou à maioria - dos eventos.

O próprio príncipe Harry teria intervindo para garantir que Sarah recebesse um convite para a cerimônia e primeira recepção. Ele é próximo das filhas dela, relação que não é aprovada por Charles.

Uma fonte interna do palácio teria dito ao jornal britânico que "os números são limitados para a festa da noite, ela não é mais um membro da família real, e o príncipe Charles simplesmente não tem tempo para ela. Ele não consegue entender por que ela ainda faz parte da vida do irmão dele".

Sarah Ferguson também não foi convidada para o casamento do príncipe William com Kate Middleton, em 2011.