Thomas Markle sobre fotos combinadas: 'Não fiz por dinheiro, fiz para mudar minha imagem'

Redação - O Estado de S.Paulo

Pouco antes do casamento, foi descoberto que pai de Meghan Markle havia combinado com um fotógrafo de fazer fotos positivas dele e vazá-las na imprensa

Casamento de Meghan e Harry.

Casamento de Meghan e Harry. Foto: UK Pool/Sky News via AP

Thomas Markle deu uma entrevista exclusiva ao Good Morning Britain falando sobre sua relação com a filha, Meghan Markle, e com o genro, príncipe Harry. Pouco antes do casamento, Thomas desistiu de levar a filha ao altar, logo após um escândalo envolvendo sua relação com paparazzis.

Questionado sobre como recebeu a notícia. "As primeiras ligações foram: 'Pai, eu tenho um novo namorado'. Depois, ela disse que ele era britânico. Depois, ela falou: 'Ele é um príncipe. É o Harry'", relembrou Thomas. Questionado se ficou surpreso, Thomas disse: "Sim, é claro que é uma situação 'uau', mas essa é a minha filha, que certamente está a altura dele também". Após o anúncio do noivado, ele disse que sofreu com o assédio de fotógrafos.

Ele disse que, na hora em que soube que os dois estavam noivos, não imaginava o que significava para ele e seus familiares entrar para a família real. "No momento, acho que não percebi isso. Não tinha ideia. Acho que nem ela tinha", disse.

"Ter a imprensa na minha porta e em todos os lugares que vou, isso se torna invasivo. Todos os membros da minha família passaram por isso. Mas aqui estamos, eu encaro como um elogio, minha filha agora ser vista pelo mundo inteiro. Nós vamos nos acostumar com isso [o assédio da mídia]", disse.

Thomas disse que, desde o início, quis muito levar sua filha ao altar. Entretanto, dias antes da cerimônia, veio à tona que ele e sua filha mais velha haviam contratado fotógrafos para fazerem imagens positivas dele, e simular um 'vazamento' de imagens. A imprensa britânica investigou as fotos e descobriu que se tratava de um acordo prévio.

"Foi na verdade uma ideia para mudar a minha imagem, porque os fotógrafos sempre tiravam fotos minhas segurando cerveja, comprando papel higiênico, entrando no carro... Eles tiravam fotos que me davam uma imagem negativa", disse. "Eu não fiz isso por dinheiro, fiz isso para mudar minha imagem. Eu me sinto muito mal por isso, peço desculpas, mas não posso fazer mais nada. Foi um erro", falou.

Ele contou que pediu desculpas a Harry e Meghan pelo caso, e disse que os dois lhe desculparam tranquilamente. "Meghan disse: 'Tudo está pronto para você [me levar ao altar]'. Harry disse que tinha amigos militares para cuidar de mim lá. Estava tudo bem", contou. Entretanto, ele disse que estava muito mal com a situação e que isso desencadeou um ataque cardíaco.

"Eu não poderia superar o que aconteceu. Eu tenho uma condição cardíaca e, um dia, eu senti algo, fui até um hospital. Depois, me transferiram para outro hospital e depois para um terceiro hospital. Tive um ataque cardíaco", disse. Aí ele viu que não poderia ir ao casamento.

"A coisa negativa é que agora eu sou uma nota de rodapé em um dos momentos mais incríveis da história, em vez de ser o pai levando-a ao altar", concluiu, dizendo que estava "muito orgulhoso" de Meghan e que tem certeza que ela vai se dar muito bem na família real britânica.

VEJA TAMBÉM: Relembre momentos do casamento de Harry e Meghan

Ben Birchall/Pool via REUTERS
Ver Galeria 34

34 imagens