The Rock assume que pensa em se candidatar a presidência 

Redação - O Estado de S.Paulo

Ator é capa de junho da revista GQ norte-americana

Ator diz que rejeitou apoio a Trump e Hillary nas eleições norte-americanas de 2016

Ator diz que rejeitou apoio a Trump e Hillary nas eleições norte-americanas de 2016 Foto: Eric Charbonneau/Invision/AP

Dwayne Johnson, o The Rock, está pensando seriamente em se candidatar à presidência dos Estados Unidos. O ator é capa da edição de junho da GQ norte-americana e, à revista, falou sobre sua vontade de entrar na vida política. 

"Um ano atrás, isso começou a surgir mais e mais. Havia um desejo sincero, o que me fez ir para casa e pensar", diz. Ele já havia comentando com a publicação sobre esse desejo depois de ganhar o prêmio de homem mais sexy do mundo. "Eu falava brincando, mas toda vez que me perguntavam, havia um interesse genuíno", lembra. "Há uma boa chance. Sim, um dia." 

Johnson também revelou à revista que na eleição norte-americana de 2016, tanto Trump quanto Hillary pediram apoio a ele, mas o ator rejeitou ambos. "Sinto que agora estou em uma posição em que minhas palavras tem muito peso e influencia, por isso, claro, eles querem meu apoio", diz. "Eu sinto que eu deixaria pessoas infelizes com qualquer pensamento ou visão política que tivesse."

O ator disse que, caso assumisse a presidência, equilíbrio seria importante, assim como liderança. Ele também fala sobre liberdade de expressão e a importância de incluir pessoas que pensam diferente dele.