'Tentei me matar', revela ex-integrante do Menudo

Redação - O Estado de S.Paulo

Roy Rosseló contou ter sido vítima de abuso sexual do empresário da banda

Roy Rosseló, ex-Menudo

Roy Rosseló, ex-Menudo Foto: Divulgação / SBT

Ex-membro do grupo Menudo, no qual foi revelado o cantor Ricky Martin, Roy Rosselló afirmou em entrevista ao Conexão Repórter, do SBT, que tentou se suicidar após ter sofrido assédio moral e abuso sexual do empresário Edgardo Díaz durante os três anos em que integrou o conjunto.

De acordo com o cantor, o primeiro abuso ocorreu durante a turnê inaugural do Menudo, no Rio de Janeiro. “Foi em Copacabana. Eu saí com algumas meninas e, quando cheguei no hotel, Edgardo estava na recepção. Ele me puxou pelo cabelo, pelo Copacabana Palace, pela recepção toda me batendo, me chutando, me maltratando”, contou Roy.

Segundo ele, quando chegaram ao quarto, Edgardo mandou que tirasse a roupa. “Tomei banho, saí de toalha e ele falou 'eu quero te ver, eu quero te ver completo, eu quero ver seu corpo, eu quero ver seus partes íntimas', direto assim, 'vem cá, deita na minha cama. Aí ele me estuprou, praticamente. Não houve consentimento, não houve pena da parte dele, não houve nenhuma pena", detalhou.

Em Porto Rico, Roy afirma ter tentado suicídio mais de uma vez, tendo, inclusive, chegado a se jogar na frente de carros em uma avenida. 

A entrevista em que o artista faz essas revelações vai ao ar no programa à meia noite do próximo domingo, 16, no SBT.