'Tenho 58 anos e me sinto maravilhosa', diz Andréa Beltrão sobre preconceito por idade

Redação - O Estado de S.Paulo

Atriz falou sobre pessoas usarem 'mas' na hora de elogiar mulheres acima dos 35 anos

Andréa Beltrão refletiu sobre preconceito por idade com mulheres acima dos 35.

Andréa Beltrão refletiu sobre preconceito por idade com mulheres acima dos 35. Foto: Wilton Junior/Estadão

Andréa Beltrão publicou em seu Instagram nesta sexta-feira, 27, uma reflexão sobre o preconceito por idade com mulheres e sobre os elogios que acabam reforçando uma mensagem negativa. 

"'Nossa, Andréa, você tem 58 anos, mas está ótíma'. Quando eu escuto isso eu sorrio, agradeço até, não perco muito tempo. Mas o que esse 'mas' quer dizer? Que por ter 58 anos eu deveria estar péssima? Parece que sim", disse.

"Se você é mulher e já passou dos 35/40 anos, você já deve ter ouvido isso na sua vida várias vezes. Talvez você já tenha dito isso para outra mulher. É uma questão cultural. Só que esse 'mas' carrega um preconceito gigante com a idade mesmo que a intenção seja boa", explica.

A atriz reforça que elogio com 'mas' não é elogio. "Eu tenho 58 anos e eu estou ótima. Eu tenho 58 anos e estou cheia de energia. Eu tenho 58 anos e me sinto maravilhosa. Eu tenho 58 anos e estou super legal. Sem nenhum 'mas'. Assista: