'Tem coisas que devem ser responsabilizadas', diz Linn da Quebrada após falas de Nego Di

Sabrina Legramandi* - O Estado de S.Paulo

Humorista fez comentários transfóbicos direcionadas à cantora durante o stand-up '98% – O Show'; Lina se pronunciou sobre o assunto nas redes sociais

Nesta segunda-feira, 2, a cantora Linn da Quebrada usou as redes sociais para comentar falas transfóbicas feitas pelo humorista Nego Di.

Nesta segunda-feira, 2, a cantora Linn da Quebrada usou as redes sociais para comentar falas transfóbicas feitas pelo humorista Nego Di. Foto: TV Globo

A cantora Linn da Quebrada usou as redes sociais nesta segunda-feira, 2, para se pronunciar sobre as falas transfóbicas feitas por Nego Di durante o stand-up 98% – O Show.

O assunto tomou amplas proporções nas redes sociais. Em um dos trechos do show, o humorista se refere a Linn como "traveco", forma pejorativa pela qual não se deve tratar travestis e mulheres trans, e faz comentários sobre os órgãos genitais da cantora e o fato de ela ter "ficado" com a participante Maria durante uma das festas do BBB 22.

No Twitter, Linn compartilhou uma fala de uma internauta que dizia que a intenção de Di foi a de atacá-la e comentou sobre o assunto. Segundo ela, o humorista usa uma estratégia para "deslegitimar o que vem sendo construído há muito tempo". "Para nos distanciar ainda mais de nossa humanidade", completou.

Em outra postagem, ela ainda disse que a conduta do humorista é uma "atitude desesperada de tentar coagir manifestações potencialmente perigosas ao grupo que ele pertence". "Um riso que persegue, que tenta corrigir, que quer diminuir para criar a ilusão de que eles são maiores e mais fortes", escreveu.

Após ter se manifestado no Twitter, a artista também usou o Instagram para compartilhar um texto e comentou sobre o caso. Com o título "Eu realmente não entendi tudo o que está acontecendo", Linn falou sobre a vida após o BBB e relacionou o que está vivendo com uma história contada pelo pai dela sobre Exu Elegbara, o orixá da transformação.

"Exu comeu e devolveu tudo o que tinha engolido. Essa é a primeira coisa que me atrevo a escrever desde que saí de casa. Fora tweets e boletos, claro", disse. A cantora afirmou que, na ânsia de se posicionar, já falou muitas "besteiras" na internet, mas que nunca foi violenta.

"Fui irresponsável e desmedida algumas vezes, mas nunca fiz para ferir intencionalmente alguém", completou. Ela ainda disse que "tem coisas que devem ser responsabilizadas" por tirar delas e de tantas outras pessoas algo que, segundo Lina, é inegociável: a humanidade.

Ela ainda revelou que, dentro do Big Brother Brasil, não se articulou da melhor maneira possível, mas que vê a sua participação no programa como um avanço para todas as travestis. "Eu perdi o programa, mas nós ganhamos outra coisa que não dá nem para mensurar. O Brasil me ama!", finalizou.

Procurado pelo Estadão, o humorista Nego Di não se pronunciou sobre o caso até o momento da publicação desta nota.

*Estagiária sob supervisão de Charlise de Morais