Tarso Brant, de 'A Força do Querer', compartilha seu novo RG após mudança de gênero

Redação - O Estado de S.Paulo

'Tereza não só fez parte de mim, como veio para me ensinar a ser um homem melhor', disse o ator em publicação no Instagram

Tarso Brant comemorou seu novo RG, no qual mudou seu nome e gênero para masculino.

Tarso Brant comemorou seu novo RG, no qual mudou seu nome e gênero para masculino. Foto: Instagram/@tarsobrant

Tarso Brant, ator transgênero que participou de A Força do Querer, compartilhou uma ótima notícia em seu Instagram na última terça-feira, 20: ele mudou seu nome e gênero na identidade, e mostrou a foto do seu novo RG.

"Escrevi esse texto há algum tempo e gostaria de compartilhá-lo com vocês junto com mais essa conquista pessoal: minha nova carteira de identidade. Já me despedi da antiga faz algum tempo, mas é com muito carinho que compartilho com vocês o exato momento e a forma que pude sentir isso. Hoje reconheço que a Tereza não só fez parte de mim, como veio para me ensinar a ser um homem melhor", disse Tarso na legenda.

Ele disse ainda que a única forma de deixar Tereza ir seria "compreendendo-a totalmente, sentindo o que antes ela sentia como parte desconhecida, agora já conhecida, tendo que reviver novamente os fatos sob um outro olhar".

Tarso então fala sobre Tereza em alguns versos: "Ei doce menina, não quero que se vá assim, tão repentina. Também não quero ser rude em despejá-la em qualquer esquina. Você merece carinho e compreensão, como toda boa menina no colo de seu irmão. Não quero que fiques triste por pensar que de mim não faz mais parte. Você sempre vai estar, guardada onde ninguém vai te tirar. No fundo do meu mais puro olhar".

 

Escrevi esse texto hà algum tempo atrás e gostaria de compartilha-lo com vocês junto com mais essa conquista pessoal. Minha nova carteira de identidade. Ja me despedi da antiga faz algum tempo, mas è com muito carinho que compartilho com vocês o exato momento e a forma que pude sentir isso. (05/03/2017) Hoje reconheço que a Tereza não só fez parte de mim, como veio para me ensinar a ser um homem melhor, já não me incomodo mais, e percebo que a única forma de deixa-la ir seria compreendendo- a totalmente, sentindo o que antes ela sentia como parte “desconhecida”, agora já conhecida tendo que reviver novamente os fatos sob um outro olhar, compreendendo de uma nova forma... sendo uma outra pessoa: Seu oposto, que não deixa de ser Eu em busca de vivenciar minha completude de estado. Sendo o que realmente sou, como um ciclo: ela iniciou, eu termino. Ela me encontrou, agora está na hora de partir... preciso deixa-la ir, me expressando da melhor maneira. Nada mais justo que contar sua historia, transforma- la nas minhas mais belas palavras em forma de agradecimento por ter me dado o bem que para ela era mais precioso, a vida. -Ei doce menina Não quero que se vá assim, tão repentina Também não quero ser rude em despeja-la em qualquer esquina Você merece carinho e compreensão, como toda boa menina no colo de seu irmão Não quero que fiques triste por pensar que de mim não faz mais parte Você sempre vai estar, guardada onde ninguém vai te tirar No fundo Do meu mais puro olhar. -tarsobrant

Uma publicação compartilhada por Tarso Brant (@tarsobrant) em