Suéter e guitarra de Kurt Cobain são leiloados por R$ 1,3 milhão cada em Nova York

Felipe Goldenberg - Especial para o Estado de S. Paulo

Usada em gravação do show 'Unplugged MTV' de 1993, roupa nunca havia sido lavada

Apresentação de Kurt Cobain na MTV.

Apresentação de Kurt Cobain na MTV. Foto: Frank Micelotta/MTV/The New York Times

O suéter verde que o vocalista do Nirvana, Kurt Cobain, usou durante a gravação do show Unplugged MTV, em 1993, foi vendido por US$ 334 mil (equivalente a R$ 1,3 milhão) em um leilão em Nova York, no sábado, 26. Esse foi o maior valor já pago por um suéter em um leilão. A peça, da extinta marca Manhattan, nunca tinha sido lavada — e até tinha manchas e queimaduras de cigarro no tecido.

O antigo dono da peça, o empresário Garrett Kletjian, havia comprado o suéter há quatro anos por US$ 137 mil (cerca de R$ 548 mil). O preço estimado para revenda estava estimado entre US$ 200 mil e US$ 300 mil, segundo a casa de leilões Julien's Auctions.

Suéter que Kurt Cobain usou durante performance na MTV.

Suéter que Kurt Cobain usou durante performance na MTV. Foto: Julien's Auctions via AP

Já a guitarra Fender Mustang, que Cobain usou na turnê do disco In Utero, também de 1993, foi vendida no domingo, 27, por US$ 340 mil (R$ 1,3 milhão). O instrumento, de cor turquesa, ficou em exibição por vários anos no Hall da Fama do Rock and Roll. Junto com a guitarra, o comprador levou também uma carta escrita à mão por Courtney Love, que se casou com Cobain em 1992.

Guitarra Fender, na cor turquesa, usada por Kurt Cobain durante a turnê 'In Utero' do Nirvana.

Guitarra Fender, na cor turquesa, usada por Kurt Cobain durante a turnê 'In Utero' do Nirvana. Foto: Julien's Auctions via AP

O leilão vendeu mais de 700 itens no Hard Rock Cafe, em Nova York. Os objetos perteceram a artistas como Elvis Presley, Beatles, Michael Jackson, Madonna e Jimi Hendrix.

Kurt Cobain foi um dos fundadores do Nirvana, que atuou de 1987 a 1984. Ele é considerado uma das maiores estrelas do rock grunge e tinha 27 anos quando cometeu suicídio, em 5 de abril de 1994.