'Sou a favor do aborto por princípio', afirma Carolina Ferraz

Redação - O Estado de S.Paulo

Atriz defendeu a legalização do ato 'pensando na saúde da mulher'

A atriz Carolina Ferraz.

A atriz Carolina Ferraz. Foto: Instagram / @carolinaferrazoficial

A atriz Carolina Ferraz se posicionou a favor da legalização do aborto em entrevista ao canal de Leda Nagle no YouTube nesta semana. Ela ainda aproveitou para contar a experiência traumática que passou ao fazer uma cesariana

"Eu sou a favor do aborto por princípio. Principalmente quando você pensa no sistema de saúde de um País como o Brasil. O aborto é proibido. Uma parte das pessoa que se submetem a fazer um aborto, se não têm uma situação financeira razoável, estão correndo grave risco de vida", explicou.

Segundo ela, a motivação para sua posição é pensando nas pessoas mais pobres: "Sou uma humanista, quero deixar claro. Minha decisão em ser a favor do aborto é pensando na saúde da mulher que se submete àquilo sem condições".

"Uma pessoa de uma classe financeira um pouco melhor, ela vai. Hoje em dia todo mundo vai no hospital e faz, é ilegal eu não sei como. A gente conhece várias amigas [que fizeram]..."

VEJA TAMBÉM: 20 anos de Pecado Capital: veja como os artistas - como Carolina Ferraz - eram e como estão

Arquivo / Estadão | Globo / Divulgação
Ver Galeria 17

17 imagens

A atriz ainda garante que, mesmo defendendo a legalização, não defende o ato em si: "Eu, Carolina, não faria um aborto. Mas nunca passei por essa situação também, entende. Mas acho que é um direito da mulher, é com ela, ela que sabe. "

Carolina também falou sobre a gestação de sua filha mais nova, Isabel, quando tinha 47 anos de idade: "Passei muito bem na gravidez, mas o pós foi muito ruim. Odiei fazer a cesariana, uma das experiências mais traumáticas que eu já tive."

"Não há nada natural. Saí da sala de parto ainda grávida de nove meses, engordei 19 quilos e meio, fiz tratamento e tomei muito hormônio. Até hoje, três anos depois, eu estou quase voltando ao que era antes."

"É como se o corpo não tivesse sido avisado a tempo de que aquela criança já não está mais dentro de você. Nem o leite desceu com tanta facilidade assim."

A atriz relembrou o nascimento de sua primeira filha, Valentina, há 22 anos, por parto normal, para explicar sua opinião.

"A despeito de eu ter passado bem, a Isabel tá aí, ter amamentado direitinho, tudo deu certo. Mas como já vivi outra experiência antes, realmente, não tem comparação. Parto normal é mil vezes melhor que cesariana."