'Só se fala disso na minha cabeça', diz Marina Sena sobre turnê na Europa e show no Lollapalooza

Rafael Nascimento - Especial para o Estadão

Em entrevista ao Estadão, cantora comenta sobre carreira, planos futuros, segundo álbum e música com Gloria Groove

A cantora Marina Sena vai estrear sua primeira turnê solo na Europa entre os dias 7 e 15 de abril. Os shows vão passar por Portugal, Espanha, Inglaterra, Dinamarca, Irlanda e Alemanha.

A cantora Marina Sena vai estrear sua primeira turnê solo na Europa entre os dias 7 e 15 de abril. Os shows vão passar por Portugal, Espanha, Inglaterra, Dinamarca, Irlanda e Alemanha. Foto: Fernando Tomaz

Mineira, natural do município de Taboeiras, ao norte de Minas Gerais, Marina Sena, a cantora que atingiu o mainstreaming brasileiro com o single Por Supuesto, do seu primeiro disco solo De Primeira, tem alçado voos altos e a próxima aterrissagem é na Europa. Marina está prestes a estrear sua  primeira turnê solo em território europeu, a Euro Tour, que vai passar por Portugal - nas cidades de Coimbra, Porto e Lisboa -, além de Espanha, Inglaterra, Dinamarca, Irlanda e Alemanha, entre os dias 7 e 15 de abril.

Em entrevista ao Estadão, a artista mineira deu detalhes de como serão os shows no exterior. "Na turnê da Europa eu não vou com banda, eu vou só com o DJ, vou com o Iuri [Rio Branco] [produtor do primeiro disco e namorado de Marina] como DJ. Normalmente ele é o baterista do meu show. Vai ser um show mais eletrônico e a gata vai servir no look, servir na beleza, no gogó (risos) [...] Eu acho que ele [o show] fica até mais dançante, é outro pegada, mas é tão bom quanto [o original]", afirmou Marina.

 

 

 

Sobre o repertório, a cantora revelou um pouco das surpresas que pretende mostrar para o público europeu: "Eu estou colocando algumas releituras nesse show da Europa, mas que são releituras que eu também vou colocar aqui no Brasil depois que eu voltar [...] Eu não vou contar ainda [quais músicas serão], eu vou deixar para me engajar lá no Instagram, entendeu?", contou a artista em tom de humor. Inclusive, a entrevista toda ocorreu dessa forma: leve, espontânea e divertida, características que aparentam ser naturais à Marina Sena, mas esses atributos não tiram o nervosismo da cantora sobre outro passo muito importante de sua carreira: o primeiro show no Lollapalooza.

"Eu estou muito ansiosa, só se fala nisso dentro da minha cabeça, nisso e na turnê da Europa, mas a gente já está se preparando há um tempo para o show do Lollapalooza, para conseguir a estrutura que aquele palco merece, porque é um grande palco, meu primeiro grande palco. É tenso, é uma responsabilidade [...] Eu tenho duas bailarinas, normalmente no show, mas no Lolla eu vou ter mais [corpo de] ballet, eu já vou ter outras intervenções visuais, e as músicas são a versão disco melhorada, sempre", disse Marina animada com a apresentação.

 

 

 

Guinada na carreira

Antes da carreira solo, Marina fazia parte da banda Rosa Neon, que anunciou o fim de suas atividades em março de 2021. O álbum De Primeira, foi lançado em agosto do ano passado, e com Por Supuesto como terceiro single do disco, a mineira viu sua carreira mudar completamente quando a música viralizou no TikTok. Neste mês a faixa ultrapassou a marca de 100 milhões de reproduções no seu histório geral no Spotify.

"Eu sempre quis ocupar esse lugar, que é o lugar que eu ocupo hoje, ser essa pessoa, ocupar essa mídia, entendeu? Mas realmente eu não imaginava que ia ser tão rápido assim. Eu esperava que eu fosse ter que lançar um disco, depois mais um disco, e tal, construir mais repertório, para que isso tudo acontecesse. Mas, como tudo na vida é assim, a trancos e barrancos, você aprende no processo mesmo. Quando você vê, você está tendo que resolver coisas, enquanto coisas estão sendo resolvidas. [...] É uma outra realidade [...] Às vezes eu tenho acesso a coisas que eu não tinha antes, que eu fico, tipo assim, 'não estou acreditando que estou acessando esse lugar'. É chocante", expressou Marina ao falar sobre as mudanças que o sucesso de Por Supuesto trouxe para a sua carreira.

 

 

Quando o nome de Marina começou a ganhar mais visibilidade, a artista passou a receber muitas críticas pela sua forma de cantar e seu timbre de voz, que se destaca por sua singularidade. Quando questionada se, agora que está em outro patamar na carreira, as critícas cessaram, a artista foi enfática: "Nunca passou, na realidade! A importância que eu dei para isso que mudou [...] Eu não vou ser capaz de mudar isso? Então, não vou tentar mudar, não tenho que fazer nada em relação a isso". 

 

 

Próximo passo: o segundo álbum

Próximo álbum de Marina Sena já está gravado, mas ainda não tem data de lançamento. Cantora disse que ainda não fechou os trabalhos do seu disco de estreia, 'De Primeira'.

Próximo álbum de Marina Sena já está gravado, mas ainda não tem data de lançamento. Cantora disse que ainda não fechou os trabalhos do seu disco de estreia, 'De Primeira'. Foto: Fernando Tomaz

Com o sucesso do De Primeira naturalmente as pessoas esperam pelo segundo álbum de Marina Sena que, inclusive, já está gravado. A artista falou sobre como essa nova fase da carreira afetou a produção do seu próximo disco: "Eu acho que naturalmente, mesmo se você não quiser, mesmo que não seja intencional [...] tudo o que está acontecendo na sua vida, afeta você criativamente. Com certeza as coisas que eu fiz depois do lançamento do disco [De Primeira], para esse novo disco, são afetadas pelo fato do sucesso, pelo fato do dinheiro".

Marina revelou ainda que muitas das composições que estarão no seu segundo álbum foram criadas e finalizadas antes mesmo do primeiro álbum ser lançado: "Elas não têm essa afetação do sucesso [as músicas criadas antes do lançamento do De Primeira], mas provavelmente o que eu fiz depois do lançamento do disco tem afetação disso sim [do sucesso], porque eu acho impossível não ter, tudo o que está acontecendo na minha vida me afeta criativamente e molda minha criatividade de certa forma".

 

 

 

Sobre a sonoridade do seu próximo lançamento, Marina avisou que a produção será mais eletrônica: "Eu acho que no De Primeira tinha muito violão porque a maioria das músicas eu fiz no violão e depois elas foram para a produção musical [...] No segundo disco, já não tem. Foi um momento que eu e o Iuri nos aproximamos mais. Com essa nossa proximidade, eu já comecei a fazer músicas em cima de bases que ele já estava fazendo. A gente já fez tudo muito ali já no computador, entendeu? Já é outra vibe [...] No próximo disco não tem a presença do violão, na realidade, é mais eletrônico mesmo, sem perder a brasilidade".

Sobre o lançamento do sucessor do De Primeira, os fãs de Marina vão precisar aguardar um pouco mais porque a artista revelou que ainda não tem data definida: "Eu acho que o De Primeira está muito vivo, eu preciso fechar ele, entendeu? Eu preciso fazer alguma coisa para falar assim: 'aqui os lançamentos do De Primeira acabaram e é aqui que começa outra história'. [...] Eu vou esperar meu coração falar".

 

 

O futuro de Marina Sena

A cantora mineira Marina Sena disse que deseja que 'Por Supuesto' viralize também internacionalmente. A artista revelou ainda ter o desejo de gravar em outras línguas.

A cantora mineira Marina Sena disse que deseja que 'Por Supuesto' viralize também internacionalmente. A artista revelou ainda ter o desejo de gravar em outras línguas. Foto: Fernando Tomaz

A artista está apenas no início da sua carreira solo, mas já mira em planos ambiciosos e de longo prazo. Ela revelou que um dos seus desejos é que Por Supuesto viralize, não só no Brasil, mas também em outros países: "Eu só preciso que Deus ponha a mão". Marina ainda comentou sua vontade de gravar em outros idiomas, para além do português, inglês e espanhol.

"Eu quero também conquistar o público que eu posso lá fora [...] Eu acho que tem, que é possível e eu quero! [...] [Tenho desejo de gravar] em vários outros idiomas, não só em inglês e espanhol. Em crioulo cabo-verdiano, que para mim é a língua mais bonita que existe no planeta Terra... várias línguas eu gostaria de gravar. Com artistas [como] Mari Andrade, Sara Tavares. Gravar outras línguas sabe, doidas, chics (risos)", declarou a cantora.

Marina ainda comentou sobre a faixa Apenas Um Neném, do álbum Lady Leste, de Gloria Groove, da qual a mineira faz participação. A música é uma das mais escutadas do disco nas plataformas digitais, com exceção dos singles de grande sucesso que saíram do álbum, e os fãs anseiam por um videoclipe da música. Sobre a faixa se tornar single oficial, Marina revelou: "se Gloria Groove quiser, eu quero, já deixo dito que eu quero! Eu tiro o que for da minha agenda, eu faço o que for para ter, mas ainda não rolou essa conversa".