'Sempre quis ser o Axl Rose', revela padre Reginaldo Manzotti

Redação - O Estado de S.Paulo

O cantor também contou que fiéis já quiseram se confessar utilizando o Whatsapp

Padre Reginaldo Manzotti

Padre Reginaldo Manzotti Foto: Facebook / @padrereginaldomanzotti

Um dos padres mais conhecidos da atualidade, com mais de 6,5 milhões de seguidores em seu Facebook, Reginaldo Manzotti, conhecido por sua carreira como cantor e escritor, deu uma entrevista curiosa ao Ritmo Brasil que vai ao próximo sábado, 26: "Sempre quis ser o Axl Rose".

"Fugia pela janela do seminário para assistir ao cover do Guns. Deixava meu All Star [tênis] para não fazer barulho porque era de madrugada e ia descalço. Nunca fui pego, mas, se fosse, acho que seria mandado embora", revela o padre de forma bem-humorada.

Com sua alta popularidade no mundo virtual, Reginaldo também comenta sobre a forma como a tecnologia chegou até a religião: "Já quiseram se confessar através do Whatsapp!".

Por fim, também falou sobre seu colega, o padre Fábio de Melo: "Ele está à frente e dialoga com o mundo. Temos estilos diferentes de ser padre. Não só fisicamente, como também na nossa forma de encarar o ministério. Ele compõe [suas músicas] a partir daquilo que escuta e eu componho a partir daquilo que escuto. É uma pessoa fantástica, querida pelo Brasil e por mim também".

O Ritmo Brasil irá ao ar no próximo sábado, 26, às 18h30 na RedeTV!.